Posts com a tag:layout

Dicas: diagramando o relatório

Por , 2 de junho de 2011 11:58

Na última aula notei que muitos alunos ainda tinha dúvidas sobre como fazer a grid ou organizar o layout do relatório.
Por esse motivo disponibilizo um PDF retomando alguns princípios e comentando alguns elementos básicos da diagramação (Tipografia, Alinhamento, Grid). Além disso, ao fim do PDF há alguns exemplos de relatórios feitos para essa disciplina.

Princípios para diagramação do relatório

Outro link que disponibilizo aqui é algumas dicas de diagramação.

Para quem sabe ler em inglês, fica de “lambuja” o link pro documento ensinando Encadernação Japonesa.

Dúvida sobre o exercício

Por , 24 de março de 2011 13:00

Reproduzindo publicamente a mensagem do colega Rafael para que a dúvida e o esclarecimento sejam compartilhados:

Professor,
Me perdoe a afirmação, mas eu ainda não consegui entender o que o senhor quer que façamos.
Depois das explicações, ao meu ver confusas, em sala, você posta isso, mais detalhado, porém ainda não consegui entender direito o que quer. Os rascunhos serão feitos para que? isso dos rascunhos , 3 para cada estudo, vai refletir em que nas folha final? como são feitos esses estudos? quer que rabiscamos uma folha com traços, outra com cores, e outra com sei la mais o que? eu nao entendi como FAZER esses estudos. isso está me deixando frustrado, porque isso lhe pareçe tão simples e também para outros alunos, mas para mim pareçe um pesadelo. Sério, não estou entendendo como se faz esses rascunhos de estudos que vc quer. se quer que façamos tinta em folha manteiga, traços em uma A4 normal, colorir uma folha A4, e por ai vai. não sei COMO seriam esses rascunhos e estudos. A folha A2 eu entendi. Por favor me ajuda porque eu estou tentando entender isso até agora e não esta funcionando. Meu email é …. me mande uma resposta por favor, ou algum exemplo DO QUE É um estudo de layout nessas folhas menores.
Desesperadamente, Obrigado.

Caro Rafael,
não precisa se desesperar! O estudo se trata de um esboço, rascunho, raff (como quiser chamar). São rabiscos mesmo, Rafael, isso vai servir para que você possa experimentar antes de fazer sua arte-final (por isso se chama assim). Ele consiste na etapa preliminar, de experimentação. Pode ser rabiscado, pintado, recortado. Da maneira que for. O importante é que se possa ter uma ideia geral de como o trabalho finalizado vai parecer.

Oras, você nunca fez um rascunho na vida? Porque o espanto? Só porque eu pedi que me entregue também os rascunhos? É isso mesmo, quero ver o pensamento visual de vocês!

Vou ilustrar com um exemplo, talvez facilite:

Nos cartazes para o XX Encontro de Corais da PUC-Rio eu e meu parceiro Romulo Matteoni fizemos uma série de estudos de possibilidades de diagramação do cartaz. Entre elas algumas estão abaixo:

Estudos de layout dos cartazes

Estudos de layout dos cartazes

A partir dos estudos, definimos que iríamos destacar o número romano XX para enfatizar que seria o 20º Encontro de Corais (e não o 19º ou 21º). A partir daí definimos qual layout gostaríamos de seguir. Depois disso partimos para o layout no computador e geramos nossa arte-final.

Layout final: cartaz à esquerda, estudo à direita

Layout final: cartaz à esquerda, estudo à direita

Porém, antes da produção achamos interessante criar quatro variações de cores, uma para cada voz do coral (a saber: baixo, tenor, contralto e soprano). Por isso, quando produzimos em Silk-screen, era só trocar a cor que ia por cima. Abaixo duas variações além do azul:

Variantes do cartaz

Variantes do cartaz

Olhando para o exemplo, acho que fica claro a trajetória dos estudos para a arte-final. Se houver ainda alguma dúvida, por favor não se acanhe e manifeste-se.

Abraços
Ricardo

Estudos de layout: da ideia à arte final

comentários Comentários desativados em Estudos de layout: da ideia à arte final
Por , 24 de março de 2011 11:26

Essa postagem pode auxiliar a compreender o Exercício 02 e seus propósitos. Boa leitura!

O design não diz respeito apenas à execução de um objeto bonito, bem feito e com um bom acabamento. Muitas vezes o produto desenvolvido não será construído pelo próprio designer: um site será programado e montado por um programador, uma coleção de moda será montada e costurada por costureiras profissionais, um livro será impresso e montado em uma gráfica e um móvel construído e montado por uma indústria ou carpinteiro.

O desenho industrial surgiu exatamente como uma maneira de se planejar a maneira como os funcionários na indústria iriam construir determinado produto. Portanto, também faz parte do trabalho de design, estudar, detalhar e especificar as propriedades de um determinado produto ou serviço para que ele possa ser realizado por terceiros. Esta é uma habilidade fundamental para os designers.

Para se chegar em um resultado é necessário planejamento, organização e muito estudo. A inspiração faz parte, mas não podemos contar apenas com ela. Por esse motivo, não se chega à uma arte-final sem antes se estudar suas possibilidades.

Os rascunhos, os layouts, modelos, protótipos, maquetes existem por esse motivo: expor ideias e testá-las antes de sua produção.

Por esse motivo, o exercício de confecção de cartazes pede que desenvolvam estudos de layout.

Mesmo a marca das olimpíadas, feita pelo escritório Tátil Design, nasceu de conversas, reuniões e rabiscos e, certamente, passou por diversas possibilidades antes de virar aquilo que conhecemos.

Notem como os primeiros estudos estão bem simples e rabiscados e depois a arte vai se aprimorando até chegar à versão final.

Panorama Theme by Themocracy