Citações e referências segundo normas da ABNT

Conforme prometido, segue aqui um pequeno documento que sintetiza algumas normas para citações e referências em trabalhos acadêmicos.

Referências e citações – ABNT

Para consultar as normas completas e verificar outros casos de citações convém pesquisar pelas normas citadas (NBR-6023 e NBR-10520).

Sobre plágio e problemas de citação, vejam o pequeno artigo nesse blog. Acaba funcionando também como um exemplo de formatação e apresentação das referências segundo as normas.

Outro link que pode ser interessante apresenta as normas para apresentações de tese: http://www.puc-rio.br/ensinopesq/ccpg/normas/

G2: Enunciado

Destacado

Escrever um artigo de iniciação científica [ de 5000 a 10000 caracteres ver modelo do P&D 2012] que apresente uma análise de um fenômeno contemporâneo segundo a identificação de noções relativas à Pós-Modernidade. Utilizar minimamente como fundamentação teórica os textos de A Identidade Cultural na Pós Modernidade (Hall), Condição Pós-Moderna (Harvey), Modernidade Líquida (Bauman) e Cenas da Vida Pós Moderna (Sarlo).

Estrutura:

§  Introdução: apresentação do trabalho, motivos da escolha e relevância, propostas.

§  Desenvolvimento:

§  Exposição da referências e  critérios de análise: o que será observado, quais os conceitos e o referencial empregado. Discussão das ideias principais.

§  Apresentação do objeto: contexto de uso, características, apelos e valores.

§  Análise crítica: identificação dos conceitos contemporâneos, explicação e discussão sobre a relação entre objeto e os valores contemporâneos.

§  Conclusão: Síntese dos principais aspectos,  argumentação e ponto de vista, possíveis desdobramentos.

Referências Bibliográficas

As referências no trabalho devem ser evidenciadas e devidamente atribuídas de modo a não configurar plágio.  Pressupõe-se que o trabalho seja de cunho autoral, portanto qualquer apropriação indevida será penalizada segundo critério do professor, inclusive sob o risco de anulação do trabalho entregue.

A bibliografia mencionada é obrigatória e deve constar ao longo do trabalho como base para a reflexão:

BAUMAN, Z. Modernidade Líquida. Rio de Janeiro: Zahar, 2001

SARLO, Beatriz. Cenas da vida pós-moderna: intelectuais, arte e videocultura na Argentina. Rio de Janeiro: UFRJ Editora, 1997.

HARVEY, David. Condição Pós-moderna: uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. São Paulo: Edições Loyola, 2004.

HALL, Stuart. A Identidade Cultural na Pós-Modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2004.

Grupo: preferencialmente duplas ou trios

Data da apresentação oral:

  • 23 de junho

Data da entrega:

  • 25 de junho (por e-mail)

Exemplos de artigo:

§  Clique no link para baixar um artigo exemplo que trata da temática: Artigo exemplo com formatação

Questões para estudo dirigido: Modernidade e Modernismo

Questões para o estudo dirigido do livro Condição Pós-Moderna, de David Harvey. Capítulo 2: Modernidade e Modernismo (p. 21-44).

  1. Quais as características considerados por Harvey a partir de outros autores que marcam a modernidade?
  2. Segundo Habermas, em que consiste o projeto da modernidade?
  3. Qual os argumento de Max Weber contra o projeto iluminista?
  4. As mudanças da modernidade e a sensação de fragmentação e efemeridade demandavam uma postura do artista moderno. Na visão de Baudelaire, o que deveria fazer o artista moderno bem-sucedido?
  5. Que aspectos forcaram os produtores culturais a seguir uma forma de competição de mercado que reforçariam  processos de “destruição criativa” no campo estético?
  6. Porque o autor afirma que o “modernismo era uma arte das cidades”?
  7. O pensamento iluminista tendia ao universalismo, julgava ser possível chegar a leis universais mediante o uso da razão. O que ocorre com a fixidez categórica do pensamento iluminista a partir de 1848?
  8. O período do modernismo chamado “heroico” tem uma de suas alas recorrendo à necessidade de estabelecer um mito “eterno”. Que elemento foi utilizado para isto?
  9. A que fatores o autor atribui a absorção do modernismo pelo establishment político apósa primeira guerra mundial?