Composição em escala

escalaA composição em escala é um exercício em que se explora a modularidade em diferentes tamanhos.

Para esse trabalho trabalharemos com um mesmo módulo em três tamanhos diferentes (5cm, 10cm e 15cm).

A ideia é explorar a continuidade e modularidade pela justaposição de módulos semelhantes mas em diferentes escalas. As exigências são as seguintes:

  • Não pode haver sobreposição do módulo (espaço negativo)
  • A composição deve contar com ao menos duas cópias de cada tamanho
  • Admite-se o uso de fotocópias (xerox) para a montagem do padrão.
  • Deve haver cuidado com acabamento, especialmente no caso de colagem das cópias.

Caso se trabalhe com cópia, aconselha-se colá-las cuidadosamente sobre uma superfície rígida (cartolina, papel pluma ou paraná).

Cuidado com orelhas soltas e rugas na colagem. Para precavê-las usar cola bastão, cola branca diluída e aplicada com rolo de espuma ou cola spray.

 

Trabalho: padronagem baseada na natureza

Padronagem natural

O trabalho deve considerar um elemento natural a ser observado e adotado como tema da padronagem. Recomenda-se trabalhar com vegetais, pois são mais fáceis de observar e desenhar do que animais, uma vez que o movimento dificulta o registro.

As etapas do desenvolvimento do trabalho são listadas abaixo.

Acesse o PDF para ver um exemplo ilustrado das etapas.

Continuar lendo

G1 de padronagem

Destacado

Conforme vimos hoje, a G1 ocorrerá no dia  24 de abril de 2018 e os alunos deverão trazer suas pastas com todos os exercícios realizados. Quem não fez algum dos exercícios pode fazê-los em casa.

A nota de G1 será composta por duas notas (N1  e N2). Sendo G1= [(N1x2)+N2]/3

N1 será equivalente ao processo:

Vale lembrar que quase todos da lista abaixo devem ser feitos à mão, conforme combinado com a turma no primeiro dia de aula.

A lista de exercícios é a seguinte:

  1. Exercício de simetria: desenho de um elemento simples e experimentação com a rotação, reflexão, translação e reflexão com translação. (Ver postagem a respeito)
  2. Exercício de módulo: desenhar um módulo quadrado e repeti-lo num sistema diferente do exercício anterior. (ver postagem a respeito).
  3. Exercício de escala: desenhar o mesmo módulo em diferentes tamanhos (quadrado 5×5, 10×10 e 15×15). A padronagem deve combinar ao menos dois módulos de cada tamanho diferente composto no exercício anterior.
  4. Figura e fundo: desenhar um novo sistema que disfarce o encaixe do módulo quadrado. Definir tanto o sistema quanto o módulo, inspirado pelo Pied de poule ou dog’s tooth.
  5. Impressão: entalhar um módulo sobre a batata e experimentar em diferentes formas de impressão.
  6. Rapport: criação de um padrão All-Over a partir de um desenho feito no centro do papel, cortado em quatro e reordenado de modo que se desloquem as partes para os cantos. Completa-se o novo centro e reproduz o módulo com fotocópias.
  7. Frequência: parte da nota será relativa à frequência dos alunos.

N2 será equivalente ao resultado:

Criar uma padronagem (pode ser baseada em alguma anterior) que pode ocupar toda a página um aplicada a uma parte (aplicada) com  bom acabamento (pode ser feita digitalmente e/ou impressa) que mostre o seu domínio sobre os temas aprendidos.

Formato deve ser A3 ou outro desde que seja maior que A4.

Os critérios de avaliação são:

  • Complexidade
  • Acabamento
  • Bom uso de cores
  • Impacto visual

Nó Celta

Os nós celtas são padrões decorativos bastante conhecidos que simulam uma malha entrelaçada como se fossem nós. Bastante utilizados pelos celtas na Idade do Ferro (800 a.C. – 43 d.C.) e, posteriormente na Idade Média, possuíam diferentes aplicações, seja entalhados em pedra, forjados com metais, trabalhados em joalheria ou mesmo aplicados em iluminuras e ilustrações de livros. A ocorrência desses padrões entrelaçados aparecem em vários exemplos, como no evangelho de Lindisfarne (700 d.C.)

Capa do evangelho de Lindisfarne

Capa do evangelho de Lindisfarne

 

Fragmento de uma página com iluminuras.

Fragmento de uma página com iluminuras.

Também eram bastante usados na ornamentação, como no broche abaixo:

Broche celta

Broche celta

Além do popular em lápides nas tradicionais cruzes anglo-saxônicas.

Cruz de Irton, século IX

Cruz de Irton, século IX

Os vídeos abaixo ensinam como desenhar padrões com nós celtas. Vale a pena conferir.

http://www.youtube.com/watch?v=_O_0yegDdIw&feature=share

https://youtu.be/_O_0yegDdIw

 

Propostas para G2

Os trabalhos de G2 padrão envolvem o desenvolvimento de dois sistemas de padronagens distintas, um com temática natural e outro artificial.

Qualquer outra ideia diferente para a disciplina será bem-vinda, mas precisará ser aprovada pelo professor.

Algumas propostas possíveis podem ser:

  • Desenvolvimento e aplicação de padronagens por impressão
  • Criação de móvel/produto partindo de um sistema modular
  • Criação de software para a criação de padronagens
  • Aplicação digital de padrões

Exercício Bonus: Cartemas

O trabalho Bonus poderá substituir algum exercício trabalhado ao longo da G1.

A proposta.

Inspirados pela proposta de Aloísio Magalhães sobre os cartemas, elaborar uma “colagem experimental” a partir de cartões postais (ou mica) repetidos.

Regras:

  • Não pode cortar os cartões
  • Não pode sobrepor os cartões (um sobre outro)
  • Não pode variar aleatoriamente ao longo da montagem.
  • Deve-se definir um parâmetro para o módulo e repetí-lo.
  • Explorar formas e possibilidades de encaixe

Trazer 2 composições diferentes em formato A3 ou superior. Ou 1 composição no formato A2 ou superior.

Data de apresentação: 07/04/2015

Tutoriais Metapix: Illustrator e Photoshop

Olá pessoal, mais uma vez o professor Lula Rocha vem com dois tutoriais da Metapix para salvar a pátria daqueles para quem o domínio dos programas é um obstáculo. (Clique nos links ou nas imagens para ir ao tutoriais)

Um tutorial apresenta as ferramentas para padronagem e vetorização no Illustrator CS6 a partir de um desenho à lapis:

Já o outro apresenta técnicas de photoshop para a simulação de aplicação da estampa.

O material, como sempre, é bem detalhado e apresenta várias dicas para iniciantes e iniciados. Recomendo!